EU... Eu, eu mesmo... Eu, cheia de todos os cansaços, Quantos o mundo pode dar. — Eu... Afinal tudo, porque tudo é eu, E até as estrelas, ao que parece, Me saíram da algibeira para deslumbrar crianças... Que crianças não sei... Eu... Imperfeita? Incógnita? Divina? Não sei... Eu... Tive um passado? Sem dúvida... Tenho um presente? Sem dúvida... Terei um futuro? Sem dúvida... A vida que pare de aqui a pouco... Mas eu, eu... Eu sou eu, Eu fico eu, Eu... (Fernando Pessoa)

26 de abril de 2008

O amor

Quem é você...que mexe comigo
desse jeito!...que me deixa louco
essa mulher cheia de mistérios
vestida de negro...com roupas de
couro..que incitam o amor?
O amor comigo é selvagem
olha as cordas nesta mão
e as algemas nesta outra.
Trouxestes hoje o teu chicote
que vai nos dar mais prazer?

==========
Sim meu amor, alem das algemas
trouxe também cinto de castidade
assim você vai se debater de prazer
e vou começar a gozar antes de você .
És sempre o mesmo com o teu masoquismo
trazendo o desespero ao meus desejos,
atira as tuas roupas e fica no chão...
beija meu pé sobre teu rosto faminto de mim
e uiva.... uiva .... só como você sabe... assim...

==========
E você meu dengo , com todos esses artifício
e fetiches...fica louquinha por mim,
queres bancar o fêmea durona ...mas no fim, o que
você quer mesmo é me rasgar todinho,
ir de encontro as minhas entranhas...
explorar meu anus, e gritar alto, como louca...
mas um louca saciando seu desejo
e fantasias ousadas, com o homem de sua vida
de seus sonhos, e jura que não podes mais

viver sem meu corpo, minhas curvas, sem mim.
==========
Sim, juro meu amor, sem você eu não sou ninguém
sem o grito zangado quando eu uivo com você
sentindo o universo inteiro dançando conosco
numa dança louca de prazer e loucura,
loucura que só acalmam os seus olhos castanhos
trazendo para mim o final do tesão nas suas
roupas de couro preto que me fazem morrer.

==========
Amor essas roupas de couro preto
as algemas....o chicote....me deixam
aceso...com um fogo incandescente
me fazer arder em brasas.....e meu
desejo por você...pelo seu sexo
só me faz enlouquecer...mas o que
mais importa nisso tudo, é que com
você só quero saber de viver eternamente
fazendo esse tipo de amor gostoso
e esse sexo animal que nos entorpece.

===========
Eu só tinha para ti o meu amor mais violento
que é o único que sai da nossa entranha animal
porém, meu amor incerto, sabes que eu sempre te amo
apaixonada me tens nos teus braços de cristal
Só tu podes fazer preces com o chicote na mão
pois és uma sacerdotisa do prazer e minha perdição.

Texto de: Arneyde Marcheschi - Alberto Peyrano
(adaptado)


3 comentários:

Amar Yasmine do AQUILIS disse...

Linda Rainha,

passando pra te deixar meu carinhoe pra desejar que teu domingo seja especial.

Doces besos, Senhora!

Rainha Victoria Catharina disse...

Minha querida amiga,

Agrade�o-lhe com a completa certeza que seus desejos ser�o concedidos. Teremos um domingo m�gico ... risss

Beijos no cora�o

cavaleiro.solitario.vc Capitão da Meia Noite disse...

Minha Rainha
Como sempre o esmero na escolha das fotos sempre excitantes que provocam arrepios de prazer.
Beijos

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." Catetano Veloso

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." Catetano Veloso

Musica em minha vida para tocar a tua!

"A vida:... uma aventura obscena de tão lúcida..." Hilda Hist

"És um dos deuses mais lindos...Tempo tempo tempo tempo..." Caetano Veloso

"SOU METAL, RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO..." Renato Russo

"SOU METAL, RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO..." Renato Russo
RAINHA VICTORIA CATHARINA

"De seguir o viajante pousou no telhado, exausta, a lua." Yeda P. Bernis

"Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos" Fernando Veríssimo

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós."