EU... Eu, eu mesmo... Eu, cheia de todos os cansaços, Quantos o mundo pode dar. — Eu... Afinal tudo, porque tudo é eu, E até as estrelas, ao que parece, Me saíram da algibeira para deslumbrar crianças... Que crianças não sei... Eu... Imperfeita? Incógnita? Divina? Não sei... Eu... Tive um passado? Sem dúvida... Tenho um presente? Sem dúvida... Terei um futuro? Sem dúvida... A vida que pare de aqui a pouco... Mas eu, eu... Eu sou eu, Eu fico eu, Eu... (Fernando Pessoa)

19 de junho de 2008

Sua Amiga, Agatha Christie


Posso parecer uma extravagantemente alucinada e encantadora contadora de histórias.Mas garanto que não sou... Se for também, o que é que têm?Loucos, não somos todos?E pra não fugir a regra ou por ser eu mesma uma exceçãolá vou contanto as estrelas que piscamenquanto sorriem com as minhas conclusões "aluadas"...Todos sabem que habito a lua, durmo em cometas me desloco com raios e brinco no ventosendo meu passatempo predileto estourar entre os fogos nos céus.Sim, sou carga perigosa, explosiva a movimentos bruscos.Quero saber: o que leva uma mente tão genial e geniosa, a buscarinformações em falsas ligações de numero restrito?Sendo a mesma mente tão brilhante, em elementar engano,com questão de tempo no deslocamento do ganha pão ao lar,invadir o espaço, para então informar-se?...Por favor meu querido... nem parece coisa sua,mas foi muito elementar, Meu Caro Sherlock Holmesquerendo me encontrar, não precisa de pistas, basta me procurar.


Beijos e saudades,


Sua Amiga,



Agatha Christie

2 comentários:

Anônimo disse...

A propósito de Agatha Christie, convido você e a todos para conhecerem dois blogs recém-lançados...

A Casa Torta: O Mundo de Agatha Christie
http://acasatorta.wordpress.com

Cinema é Magia
http://cinemagia.wordpress.com

Um abraço.

Maestro Alex - BDSM - SSC disse...

belo post

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." Catetano Veloso

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." Catetano Veloso

Musica em minha vida para tocar a tua!

"A vida:... uma aventura obscena de tão lúcida..." Hilda Hist

"És um dos deuses mais lindos...Tempo tempo tempo tempo..." Caetano Veloso

"SOU METAL, RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO..." Renato Russo

"SOU METAL, RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO..." Renato Russo
RAINHA VICTORIA CATHARINA

"De seguir o viajante pousou no telhado, exausta, a lua." Yeda P. Bernis

"Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos" Fernando Veríssimo

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós."