EU... Eu, eu mesmo... Eu, cheia de todos os cansaços, Quantos o mundo pode dar. — Eu... Afinal tudo, porque tudo é eu, E até as estrelas, ao que parece, Me saíram da algibeira para deslumbrar crianças... Que crianças não sei... Eu... Imperfeita? Incógnita? Divina? Não sei... Eu... Tive um passado? Sem dúvida... Tenho um presente? Sem dúvida... Terei um futuro? Sem dúvida... A vida que pare de aqui a pouco... Mas eu, eu... Eu sou eu, Eu fico eu, Eu... (Fernando Pessoa)

8 de maio de 2008

... acredito

Acredito em sinais.


Acredito que se podem pintar mesmo os dias mais difíceis, as horas más, nem que seja com a cor das lágrimas. Acredito na redenção dos gestos, no regaço dos beijos que nos liberta da amargura.

Acredito, mais do que tudo, nas manhãs que nos iluminam de imenso, na aventura das noites sem tempo, na vibração íntima do céu. Nas histórias brancas das avós, nos pescadores de pérolas, na cintilação ardente das marés na Lua nova.

Acredito que um marinheiro Maltês continua a cruzar os mares do Sul, com o destino traçado a navalha na palma da mão.Acredito nos amigos que estão aqui,
nos que estão do outro lado do mar, ou do outro lado do céu. Nos amigos que chegam, e se sentam, e bebem vinho debaixo do nosso tecto.

Nos amigos que comigo já atravessaram o Mar Oceano, e nos que se preparam para de novo subir rio acima.Acredito que a vida é frágil e na finitude dos dias.Em saber que estamos aqui, agora, livres de toda a eternidade.


João

Um comentário:

Amar Yasmine do AQUILIS disse...

Maravilhosa Senhora!

Peço desculpas pela minha ausência aqui. Estou em fase final de curso, com acúmulo de trabalhos.

Belo texto, adorei!!!

Querida, queria muito que lesses e comentasses o que escrevi no blog. Tua opinião será de suma importância para todos.

Doces besos, Bela Criatura!

Amar Yasmine do AQUILIS

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." Catetano Veloso

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." Catetano Veloso

Musica em minha vida para tocar a tua!

"A vida:... uma aventura obscena de tão lúcida..." Hilda Hist

"És um dos deuses mais lindos...Tempo tempo tempo tempo..." Caetano Veloso

"SOU METAL, RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO..." Renato Russo

"SOU METAL, RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO..." Renato Russo
RAINHA VICTORIA CATHARINA

"De seguir o viajante pousou no telhado, exausta, a lua." Yeda P. Bernis

"Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos" Fernando Veríssimo

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós."